Postagens

Distância não é desculpa

Imagem
Dizem que o amor não conhece distâncias, mas e o tesão? A libido? O desejo? Bem, relacionamentos a distância são cada vez mais comuns. É frequente o numero de casais que são obrigados a conviver apenas em fins de semana ou mesmo num intervalo de tempo maior, devido a trabalho ou estudos, em geral. Além desses, ainda há aqueles que já começam a distância, nas próprias redes sociais como: facebook, instagram, whatsapp ou tinder (né, amor? rsrs). Resta saber ponderar vantagens e desvantagens e definir se vale a pena essa presença sazonal. 
Pulando aquelas coisas de "amor eterno" e "sentimentos verdadeiros", vamos nos ater a questões práticas. Quem de nós está realmente disposto a se dedicar integralmente a uma pessoa que está presente esporadicamente, apenas? (Deixando claro que isso é recíproco e involuntário) 
Vamos então a três pontos positivos: A convivência sempre desencadeia discussões e desentendimentos, então, quanto menos convivência menor será o número de brig…

Mulher de verdade

Imagem
Então, qual seria a melhor definição de “mulher de verdade”? Tenho certeza que muitas coisas podem ter vindo a sua cabeça, mas vamos combinar assim: Não é porque nós nascemos em outro século (eu pelo menos!) que temos que elencar os conceitos mais antiquados, vamos nos debruçar sobre uma concepção de mulher moderna. 
Entender mulher moderna como sinônimo da saudosa “Amélia” seria verificar apenas uma das inúmeras partes do objeto em estudo. Esta mulher, de maneira geral, absorveu aquela. A nossa mulher moderna continua perseguida por um estigma que foi o defendido como a moral correta por muitos anos, séculos na verdade, de que mulher de verdade seria a dona de casa, subserviente ao pai, depois ao marido, rainha do lar, mas nunca chefe da família, e mãe exemplar. Mas convenhamos que esse conceito não se aplica atualmente. 
Assim, precisamos olhar por um novo prisma para podermos decompor as principais características da nova mulher de verdade. Primeiramente, alguns traços da “Amélia” ai…

Vanitas

Imagem
Não importa o quanto juntes em tesouros, Jamais transporta-lhes-á ao mundo dos mortos.
Não há sabedoria alguma neste mundo Que reste a metro e meio de terra.
Quão ignorante é o homem acreditar Que imortal é aquele que vive,
E vivendo em si tornar-se-á imortal. Posto que imortal é aquele que morre,
Mas que em vida viveu fiel a si De modo a tornar sentida sua ausência.
A imortalidade são, sim!, os outros.
E os próximos... Nunca o "eu". 
Valmir Soares Jr

Mundo louco

Imagem
Vivemos num mundo louco que nos pede sensatez;  Num contexto injusto que prega justiça;  Entre pessoa que exigem sanidade...
mas que de perto... bem de perto... 
são todas doidas varridas,  cheias de manias e perturbações inimagináveis.  Esses somos nós. 
Valmir Soares Jr

O homem romântico

Imagem
O mundo precisa de mais homens que chorem, mais homens que se emocionem e que saibam expressar seus sentimentos sem receio dos rótulos que receberão, dos julgamentos que certamente sofrerão e das impressões erradas que causarão. 
Essa nova geração de homens vem se perdendo na supervalorização do material - bem, isso é meio que geral em nossa sociedade moderna - e no culto a coisas supérfluas, assim se afastam cada vez mais do poeta, do escritor e do amante. Creio que hoje ainda estamos em posição confortável, nós, homens contemporâneos, somos mais amorosos, pacientes e amigos de nossas parceiras. 
Li outro dia que "o mundo não precisa de mais homens fodões, apenas de homens". Esta constatação vem corroborar com minha humilde opinião de que: Quando o homem se aproxima mais de seu eu romântico ele não se torna fraco, muito pelo contrário, ele se torne capaz de perceber melhor o mundo a sua volta. 
Mais próximo de seu eu mais romântico o homem se torne um amante melhor, mais quent…

Faça amor, nu!

Imagem
Sempre permeando as conversas em vários grupos, como colegas de trabalho, faculdade, amigos, o sexo vem sendo desmistificado - felizmente - e, cada vez menos, ganha status de tabu nas relações. 
Modernamente, todos falamos cada vez mais abertamente sobre o assunto, o que leva a discussão a outra perspectiva: Estamos dando o seu devido valor? Melhor dizendo: Estamos sabendo separar bem as situações? Separar o mundo exterior desse momento de suma intimidade? 
Quando fizer amor, faça nu! Isso! Liberte-se das amarras, não se prenda a opiniões de outros, não se meça pela régua alheia, pois irá acabar por podar o que é só seu. Faça nu! Deixe seus problemas aos pés da cama, ou onde quer que seja, mas não leve consigo! Dispa-se de tudo que lhe é adorno ou adereço, deixe restar apenas a incomparável pessoalidade. 
Quando fizer amor, seja apenas amor! Seja uno, ímpar e singular. Esqueça sua conta bancária, cartões de crédito e bens materiais, seja apenas emoção. Dê uma pausa nas reuniões e pare de…

Pobre, pois só tem dinheiro

Imagem
Resolvi contar um causo  Que acho interessante  Quem me contou não recordo  Foi num tempo até distante  História de certo Tião  Contador de profissão,  Num descansava um instante. 
Tinha uma sala bonita  Com móveis de fino trato  Vários quadros na parede  Nenhum deles com retrato  Alguns objetos de arte  Num canto da mesa a parte  Várias cópias de um contrato 
Mas Tião não era só  Tinha uma bela família  Uma esposa apaixonada  Um filho e uma filha  Bela casa de morar  Um verdadeiro lar  Seu paraíso era sua ilha 
Trabalhava dia e noite  Muitos papeis na estante  Lia, conferia e assinava  Tudo era importante  E o que era seu ofício  Virara um sacrifício  Quase que num instante 
Em meio a tanto conforto  Dessa vida até pacata  Tião não se dera conta  Que essa carreira chibata  Pedia mais do que dava  Que quando ela pegava  Se não aleijar, mata. 
Já cansado de seu dia  Saia pra caminhar  Com a roupa do trabalho  Só pra tomar um ar  O telefono tocava  A mulher que perturbava  Perguntando do jantar 
- Alô, quem tá falando?  Já era a…

Paixão dá medo... Vai com medo mesmo!

Imagem
É até normal que dê medo mesmo, afinal apaixonar-se é um negócio sem garantias, sem fiador, sem possibilidade de se retirar da mesma forma que se entrou. Apaixonar-se é a maior insensatez que um são pode cometer contra si mesmo, pode ser a maior idiotice e mesmo assim é uma das melhores sensações do mundo.
Apaixonar-se é inevitável, prazeroso, as vezes doloroso, é impressionante e até inoportuno (quando não correspondido), mas apaixonar-se nunca pode ser encarado como um fardo, um castigo ou penitência. É uma experiencia de autoconhecimento, de doação, de saber ser de outra pessoa por prazer e não por necessidade, saber ser conjugado, ser um só, ser tudo isso e ainda achar pouco.
Transcenda o corpo, o físico, o corpóreo, tesão não é paixão, é parte dela. Apaixone-se por corpo e alma, sinta vontade de ter a pessoa ao seu lado, tendo a certeza que ela deseja o mesmo. Goze de cada minuto juntos e rogue para que as horas de distancia pareçam cada vez mais curtas.
Não tenha vergonha de expres…

Amor, sim! Com humor, por favor!

Imagem
Reuniões, trânsito, estudo, problemas pessoais e de familiares, tantas são as situações que exigem seriedade que precisamos aprender a trazer o humor para os momentos onde ele é cabível. 
Porque não nos relacionamentos amorosos? A mim, parece que a vida pode ser um pouco mais bem humorada, os namoros podem ser permeados por mais gargalhadas e os casamentos, também. 
“Procura-se um relacionamento engraçado, porque dos sérios já estou cheio!” Essa frase já circula há um tempo nos “memes” e “gifs” de internet, e com um imenso fundo de verdade. A vida deve ser vivida com mais leveza, com mais risadas e gozando cada dia com a certeza que amanhã pode ser um dia melhor. 
Rir junto é um exercício excelente para casais. Saber se divertir a dois só mostra que a individualidade de cada um permeia um pouco o mundo do outro naquele momento de descontração, nas cocegas deitados a cama, na piada sem graça que faz rir mais da risada que da piada em si. 
Felizmente essa é uma tendência dominante. Certa ve…

Eu Idoso

Imagem
Vamos lá, faça uma construção mental junto de mim: Imagine-se com 70 anos – Isso! – cabelos brancos (ou nenhum cabelo), alguns movimentos trêmulos e outras características que são peculiares à idade avançada. 
Agora, partindo do entendimento que você já tem, atualmente, um grande conhecimento de vida, quão grande será seu conhecimento aos 70 anos? 
Imagine todas as escolhas não tão boas que você terá feito e a vontade de alertar aos outros! Retome passagens nas quais você certamente praticará atos dos quais se arrependerá e como seria importante recomendar a seus amigos que sigam seus conselhos! Reflita sobre todo conhecimento acumulado em uma vida e como esse tesouro pode ser benéfico aos seus amigos e familiares! 
Lembre-se também das mágoas, e como elas corroem a alma e roubam a felicidade de cada momento de vida! Concentre-se na lembrança da perda das pessoas amadas, ou nem tanto, mas que foram de forma trágica sem que você possa ter uma última conversa agradável, quando se perceberá…